Cauda Longa

A palavra Cauda Longa ou o termo inglês Long Tail  é uma técnica que está em constante crescimento no mercado online. A Cauda Longa possibilita resultâncias positivas que favorecem na segmentação de conteúdo por ser um recurso acessível da internet.

A  teoria da Cauda longa é um fenômeno que foi difundido pelo Chris Anderson através de seus livro: A Cauda Longa: Do Mercado de Massa Para o Mercado de Nicho.

A palavra Cauda Longa ou o termo inglês Long Tail  é uma técnica que está em constante crescimento no mercado online. A Cauda Longa possibilita resultâncias positivas que favorecem na segmentação de conteúdo por ser um recurso acessível da internet.

A  teoria da Cauda longa é um fenômeno que foi difundido pelo Chris Anderson através de seus livro: A Cauda Longa: Do Mercado de Massa Para o Mercado de Nicho.

 

Para nos aprofundarmos ao conceito de Cauda Longa é preciso entender as três forças que permitiram o seu surgimento; a democratização das ferramentas de produção, democratização das ferramentas de distribuição e a relação entre a demanda e a oferta.

Nas décadas de 1980 e 1990  na era pré internet possuímos o mercado de hits (produtos que vendem muito no grande mercado) ou seja, quando pensamos em relação de vendas e o número de produtos e serviços oferecidos apenas um pequeno número de produtos eram responsáveis pelas vendas. Com a democratização da produção surgiram as três forças que contribuíram para o surgimento da Cauda Longa.

A primeira força é justamente a democratização das ferramentas de produção, com os  avanços tecnológicos e acesso à internet  a produção de conteúdo deixou de ser algo realizado apenas por um pequeno número de empresas, ela começou a integrar as estratégias de qualquer um que tenha facilidade e até mesmo  domínio do assunto. Ou seja, o fácil acesso aos produtos tecnológicos e as ferramentas necessárias  permitem que artesãos , empresários, freelancers, artistas  realizassem todo o processo de produção.

A segunda força é a democratização da distribuição, nesta força  os  produtos/serviços  são distribuídos facilmente, foi a partir daí que as empresas começaram a dar maior visibilidade para este movimento, a internet  foi a grande ferramenta de distribuição, pois através dela é mais barato alcançar mais pessoas

A terceira força é a democratização da demanda e oferta – a ligação entre o nicho e o produto fazendo com que a Cauda Longa fosse difundida. Neste movimento o empreendedor começou a trabalhar muito mais em seu nicho de mercado em razão do fácil acesso. Essas ferramentas possibilitaram que os consumidores encontrem aquilo que desejam, fazendo com que a curva da demanda se torne mais horizontal e mais longa.

A Cauda Longa surgiu, pois na era hits as empresas não ganhavam lucro em determinados produtos, porque não possuíam estratégias nas vendas, na Cauda Longa por mais que os produtos vendem menos em quantidade a somatória de toda a calda equivale ou até mesmo ultrapassa os hits.

O principal propósito da Cauda Longa é distribuir as preferências dos consumidores para os nichos. Desta forma, na medida que o consumidor fica mais satisfeito com os produtos o consumo aumenta e o tamanho do mercado em sua totalidade.

 

 

REFERÊNCIAS

 

Anderson, Chris, 1961.  A Cauda Longa: Do Mercado de Massa Para o Mercado de Nicho. Tradução de Afonso Celso da Cunha. Serra – Rio de Janeiro-2006.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *